top of page
Buscar

Em Sandovalina, homem mata irmão com tiro acidental

Autor foi interrogado nesta quarta-feira, confessou a autoria do tiro ao ser interrogado e agora responderá ao processo em liberdade - O Imparcial


Arma teria disparado acidentalmente durante caça, nas margens do Rio Pirapozinho


Foi apresentado nesta quarta-feira, na Delegacia de Polícia de Sandovalina, um homem apontando como o autor de disparo acidental de arma de fogo que resultou na morte de seu próprio irmão, 34 anos.


O fato, registrado como homicídio culposo – quando não há a intenção de matar –, se deu na terça-feira, durante uma caça, nas margens do Rio Pirapozinho.


O indivíduo, segundo o Deinter-8 (Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior), confessou a autoria do tiro ao ser interrogado e agora responderá ao processo em liberdade. “Foi instaurado inquérito policial de homicídio culposo e serão colhidos exames periciais para corroborar com as demais provas testemunhais colhidas no decorrer das investigações, em especial a reconstituição do crime, para confirmar a veracidade da versão apresentada pelo investigado”, explica o departamento. 


O órgão pontua que, em um primeiro momento, o caso foi registrado em Boletim de Ocorrência como morte suspeita, o qual informava que a vítima estaria acompanhada de uma pessoa desconhecida e que a arma, que foi apreendida, teria disparado acidentalmente quando estava no chão. “Iniciadas as investigações, coordenadas pelo delegado Cristiano Engel, foram realizadas diligências e obtidas informações que não coincidiam com a versão apresentada no ato do registro do BO, ocasião em que foi descoberto que a vítima estaria caçando juntamente com seu irmão, e que este, durante o manuseio da arma, acabou disparando acidentalmente contra o próprio irmão, que veio a óbito no caminho do pronto-socorro local”, revela.


O Deinter-8 ainda enfatiza que o autor dos disparos ajudou no socorro da vítima, mas fugiu do local dos fatos por medo de ser preso e foi apresentado na Delegacia de Polícia nesta quarta-feira, acompanhado de seu advogado.

Commentaires


bottom of page