top of page
Buscar

Estado de São Paulo concentra o maior número de projetos de usinas solares da Helexia

Com Assessoria

Em franca expansão para a instalação de usinas fotovoltaicas em 12 estados nas cinco regiões do Brasil, a Helexia, empresa do grupo Voltalia, deverá chegar ao fim de 2024 com mais de 100 unidades em operação em todo o Brasil. Com projetos de Geração Distribuída atendendo a um portfólio de clientes que inclui empresas de telefonia, varejo (rede de drogarias), indústria e energia, a Helexia trabalha com a previsão de encerrar o ano de 2024 contribuindo com mais de 200MWp de potência para geração de energia solar no país.

Deste montante, é no estado de São Paulo que a Helexia vem ampliando sua presença em projetos de usinas fotovoltaicas para atender os consumidores no mercado de Geração Distribuída. Desde o segundo semestre de 2022, quando colocou em operação suas duas primeiras usinas fotovoltaicas no município de Caçapava, a Helexia trabalha atualmente com um horizonte de 44 usinas fotovoltaicas em solo paulista, somando 88,78MWp de potência em todo o estado, estejam elas já plenamente em operação ou ainda em fase de desenvolvimento e instalação, iniciando operações ao longo de 2024.

São Paulo já conta com 13 usinas fotovoltaicas da Helexia em operação e é a unidade da federação contemplada com o maior número de usinas fotovoltaicas em fase de implantação pela Helexia. Com a recente inauguração de oito unidades nos municípios de Guararapes, Euclides da Cunha Paulista, Presidente Venceslau e Taquarituba, as próximas previstas para entrarem em operação até o fim de 2023 no estado estão localizadas nos municípios de Presidente Alves e Caçapava.

As oito unidades recentemente instaladas nos municípios de Guararapes (6,10MWp), Euclides da Cunha Paulista (6,28MWp), Presidente Venceslau (5,14MWp) e Taquarituba (4,34 MWp) adicionam 21,86 MWp de potência instalada à produção de energia solar do estado na Geração Distribuída. Com isso, a Helexia, por sua vez, eleva para 36,15MWp a potência instalada de produção de energia solar em suas usinas que já estão plenamente operacionais em solo paulista.

Os estados de São Paulo e Minas Gerais lideram o ranking de produção de energia solar na Geração Distribuída, segundo dados da Absolar/Aneel.


- Ressaltamos o empenho de estado de São Paulo em reconhecer a relevância da produção de energia a partir de fontes renováveis como a energia solar e incentivar a instalação desses projetos de usinas fotovoltaicas, que não só representam mais um passo em nossa jornada rumo à transição energética, como também contribuem para a geração de emprego e renda nos municípios envolvidos, com seus respectivos impactos positivos nas economias locais – afirma o presidente-executivo (CEO) da Helexia Brasil, Aurélien Maudonnet.

bottom of page