top of page
Buscar

Ex-pedreiro que já tem 11 restaurantes vai inaugurar rede com 5 unidades do KFC

Vandi Miyoshi, diante do tapume do KFC que deve inaugurar amanhã ou terça no Prudenshopping - O Imparcial

A história de Vanderson Miyoshi, de apenas 46 anos, já tem enredo suficiente para se escrever um livro. Nos próximos dias (segunda ou terça), ele inaugura um restaurante KFC, no Prudenshopping sua segunda unidade da famosa rede americana do frango frito.


Ele já tem uma unidade funcionando em Bauru. Serão cinco KFC até o final do ano, em sociedade com o irmão Milton Miyoshi e o amigo Edson Golo Kishibe. Suas outras unidades KFC serão em Marília (em obras), depois duas em São José do Rio Preto e ele já tem assinado contrato de franquias para outras lojas em Jaú e Catanduva (para 2024). Mas não é só isso. Ele vai completar 11 restaurantes esse ano, três em Catanduva (YakiSushi, Fogão Brasil e Gold Brasil).


Em Presidente Prudente, tem as unidades Yakisushi no Prudenshopping e Parque Shopping, e um Fogão Brasil no Parque Shopping. Este ano ele também inaugurou o Mamoru, no Prudenshopping. Nada mal para o filho de família pobre que saiu da Cohab, aos 18 anos, para trabalhar de pedreiro por dois anos no Japão, e mais um ano numa fábrica de Tofu. Quando voltou ao Brasil, abriu quatro negócios de ramos diversos e quebrou. Teve que fechar todos. Acertou a mão há 16 anos, quando, atendeu sugestão da esposa Susely Nishimoto Miyoshi e o casal iniciou em casa um serviço de marmitex. “Foram muitos anos trabalhando das 6 da manhã até dez da noite”, lembra.


O primeiro restaurante veio três anos depois, o Yaki Sushi, numa pequena portinha no Parque Shopping, onde começou a saga Miyoshi, que hoje é tudo isso. “Mas continuo tralhando dia e noite”, completa. Vandi Miyoshi se encaixa perfeitamente na expressão americana “self-made-man” (o homem se que fez a si próprio, se elevou pelos próprios méritos). Ele é rotariano e presidiu o Rotary Sul de Presidente Prudente até junho deste ano.

bottom of page