top of page
Buscar

Golpe usa nome da Anatel para induzir clientes a trocarem de operadora

Com G1

Golpistas têm usado o nome da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em ligações com o objetivo de induzir clientes a trocarem de operadora de telefonia. O alerta foi feito pela agência, em comunicado.


De acordo com a Anatel, as fraudes envolvem o nome de várias operadoras, tanto como beneficiadas quanto como prejudicadas. A agência afirmou ao g1 que "as empresas Algar, Claro, Oi, TIM e Vivo prestarão esclarecimentos", que ajudarão a definir os próximos passos.

"A Anatel, em nenhuma hipótese, associa-se a empresas do setor ou entra em contato com consumidores para recomendar ou determinar a troca de prestadores de serviços", afirmou.

A agência informou ainda que "cobrou explicações de algumas das empresas envolvidas" e que outras ações podem ser tomadas com base na Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e seus regramentos (leia o comunicado).


A Conexis, associação que representa as principais operadoras de telefonia do país, não respondeu à solicitação do g1.


Reclamações na internet

Nas redes sociais, alguns usuários relataram ter recebido ligações de pessoas que se passam por funcionários da Anatel. É o caso de Jeferson Menezes, que viralizou no X (antigo Twitter) com um relato sobre a sua experiência como alvo dessa tentativa de golpe.


Jeferson disse que é cliente da Oi e que ligou para a operadora porque a qualidade da sua internet estava ruim. Em vez de a ligação ajudar a resolver o problema, ela criou outro: ligações consecutivas de números desconhecidos.


Após recusar várias chamadas, ele resolveu atendê-las e passou a ouvir uma gravação que falava de um suposto problema de rede em sua região. A voz perguntava se o problema tinha sido resolvido.

"Eu dizia que não, e me passavam pra um 'suporte' onde a atendente tentava me convencer a trocar meu plano da Oi, mas que teria que 'migrar'", disse Jeferson, que afirmou ter recebido propostas de contratar planos da Claro e da TIM.
Como se proteger

A Anatel informa que não negocia ou intermedia reclamações dos consumidores contra prestadores de serviços, nem entra em contato com clientes para encaminhar boletos, comunicar sobre valores a receber, tratar de demandas abertas na agência ou solicitar informações.


"Cada consumidor é livre para escolher o seu prestador de serviços de telecomunicações", diz a agência. O órgão também deu algumas dicas para clientes se protegerem deste tipo de golpe:


  • ❓ Em caso de dúvidas sobre uma oferta, entre em contato com os canais oficiais de atendimento da operadora;

  • 📞 Suspeite de ofertas em ligações feitas por números que não usam o prefixo 0303, que deve ser usado por todas as empresas de telemarketing.

  • 📱 Consulte a página da Anatel com orientações contra fraudes, disponível neste link, ou, se precisar de orientações, entre em contato com a agência por meio do aplicativo Anatel Consumidor, do site ou do telefone 1331.

Comments


bottom of page