top of page
Buscar

Governo de SP prorroga campanha de vacinação contra a gripe até 31 de julho

Cobertura vacinal no estado sobe após campanha, com 4,6 milhões de doses aplicadas em um mês; meta de cobertura é de 90% - Com R7

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo vai prorrogar a campanha de vacinação contra gripe para a população a partir de 6 meses por 30 dias, com data prevista para encerramento em 31 de julho.

A cobertura vacinal no estado está em 44,5%, um aumento de 4,6% em relação à cobertura no fim de maio. Nos primeiros cinco meses de 2023, foram aplicadas 6,1 milhões de doses de vacina, mas, com a prorrogação da campanha, foram aplicadas mais 4,6 milhões de doses apenas em junho, levando a um total de 10.769.619 milhões. A meta de cobertura para o estado é de 90%.

A gripe geralmente causa febre, espirros, nariz congestionado, cansaço e dores no corpo, mas casos mais graves podem afetar as crianças menores de 6 anos, idosos, gestantes e pessoas com comorbidades, podendo levar até à morte. Apenas em 2023, a Secretaria da Saúde já registrou 176 óbitos decorrentes de casos graves causados pela infecção dos diversos tipos de vírus da Influenza. A vacinação é eficaz em evitar a evolução da doença para estes quadros mais graves.

Em 2022, foram registrados 3.116 casos de gripe em que foi necessária a hospitalização do paciente e 339 mortes. Neste ano, foram registradas 2.086 hospitalizações até a última semana de junho. No mesmo período do ano anterior, foram contabilizadas 1.540 internações e 259 óbitos. Apesar da queda na letalidade, o número de hospitalizações cresceu 35,4% no primeiro semestre de 2023.

Comentarios


bottom of page