top of page
Buscar

Homem que invadiu escola para escapar de policial foge da delegacia

Segundo a Polícia Militar, um tiro acidental foi disparado durante a interpelação ao rapaz. - Com G1 Prudente

O rapaz, de 23 anos, que havia sido detido por policiais militares, na manhã desta terça-feira (10), dentro da Escola Estadual Professora Takako Suzuki, fugiu da Delegacia da Polícia Civil, em Narandiba (SP), por volta das 16h. A Polícia Militar do Estado de São Paulo informou ao g1 que, na manhã desta terça-feira, policiais de Narandiba receberam informações de que havia um homem vendendo drogas em uma residência. "Diante da denúncia, a equipe se deslocou até o local e foi recebida pelo proprietário, no entanto, durante breve conversa com ele, um outro homem abriu a porta da residência, desferiu um soco no rosto do dono da casa e fugiu em seguida, pulando as residências até entrar na Escola Estadual Takako Suzuki", acrescentou a corporação. No interior da escola, durante a abordagem e tentativa de detenção do indivíduo, "houve luta corporal com um dos policiais", o que ocasionou, ainda segundo a PM, um "disparo acidental em direção ao chão", sem que ninguém fosse atingido.

Naquele momento, a equipe conseguiu efetuar a prisão e localizou, ainda, um invólucro plástico contendo 108 porções de crack que "haviam sido dispensados durante a fuga", conforme citou a PM. "O indivíduo, que possui 23 anos e antecedentes criminais por furto, receptação e lesão corporal, foi conduzido até a Delegacia de Polícia de Narandiba, onde foi registrada a ocorrência e lavrado o flagrante pelo crime de tráfico ilícito de drogas. Por volta das 16h, estando o preso já sob a responsabilidade da Polícia Civil, foi informado sua fuga da Delegacia de Polícia de Narandiba. As equipes prosseguem em diligências para sua localização do infrator", finalizou a PM ao g1. Em nota oficial enviada ao g1, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) esclareceu que o homem entrou na unidade de ensino pulando o portão dos fundos, quando fugia da PM, e logo foi contido pelos policiais. Ainda segundo a pasta estadual, nenhum estudante estava presente no espaço da escola onde houve a prisão na hora do ocorrido.

Também em nota oficial encaminhada ao g1, a Polícia Civil explicou que o preso fugiu da delegacia no momento em que eram colhidas suas assinaturas na documentação para ser inserido na cadeia, após agredir o policial que o escoltava.

Commentaires


bottom of page