top of page
Buscar

Homens cavam buraco na Muralha da China para criar 'atalho' e causam danos irreversíveis

Área da Grande Muralha afetada, que fica a quase seis horas de uma viagem de carro do centro de Pequim, data da dinastia Ming, dos séculos XIV ao XVII - O Globo

A polícia da província de Shanxi, no nordeste da China, prendeu dois homens suspeitos de utilizarem uma escavadeira para abrir um buraco na Muralha da China, com o objetivo de criar um atalho para reduzir o tempo de seus deslocamentos. De acordo com o canal estatal CCTV, os policiais seguiram os vestígios deixados por uma máquina pesada utilizadas para cavar um buraco em um trecho da grande muralha, construída pelos imperadores chineses para impedir a entrada de invasores estrangeiros. Os detidos admitiram que utilizaram uma escavadeira para abrir um atalho na parede e economizar tempo em suas viagens, informou a imprensa estatal.

A construção da muralha, com milhares de quilômetros, começou no século III a. C. e durou centenas de anos.

A área da Grande Muralha afetada, que fica a quase seis horas de uma viagem de carro do centro de Pequim, data da dinastia Ming, dos séculos XIV ao XVII.

A emissora estatal CCTV afirmou que os suspeitos provocaram "danos irreversíveis" na área do período Ming, descrita como um local "relativamente intacto" de grande valor para as pesquisas.

bottom of page