top of page
Buscar

Incêndios no Pantanal fecham rodovia, obrigam evacuação de pousadas e matam fauna

O pior novembro em quantidade de focos de fogo no Pantanal já registra mais de 3 mil incêndios em 15 dias. As chamas consumiram mais de 1 milhão de hectares do bioma. Com g1

Fogo no Pantanal — Foto: g1


Os incêndios que atingem o Pantanal há mais de 30 dias avançaram pelo Parque do Pantanal e Encontro das Águas e chegaram à rodovia Transpantaneira, a principal via de acesso ao bioma em Mato Grosso, que liga Poconé, a 104 km de Cuiabá, a Porto Jofre, na divisa com Mato Grosso do Sul.


Até agora, o fogo consumiu mais de 1 milhão de hectares do bioma, o triplo do registrado em 2022 inteiro. É o novembro com mais focos de fogo (3.024) desde 2002. Mais de 290 agentes trabalham para apagar as chamas.


O biólogo Gustavo Figueiroa, diretor do projeto SOS Pantanal, disse que a situação no local está fora de controle. Imagens registradas por voluntários, bombeiros e brigadistas mostram que parte da flora e da fauna está destruída.


O médico veterinário Anderson Fernandes Barreto disse que, na proporção em que o fogo está, somente uma chuva forte conseguiria controlá-lo.

"O Pantanal era um bioma que tinha muito animal, hoje a gente chega nesses pontos e tá até difícil de encontrar animais vivos. Infelizmente o que a gente está vivenciando aqui é um cemitério a céu aberto. A fauna e a flora vêm pagando com a vida esse preço dessa imprudência de nós seres humanos", destacou Anderson.

Em Mato Grosso do Sul, o fogo avançou pela BR-262. Um vídeo gravado de dentro de um carro mostra as chamas consumindo a vegetação às margens da estrada e a fumaça invadindo a pista, impedindo a passagem segura dos condutores.


Já em Mato Grosso a preocupação das equipes é que o fogo ultrapasse a rodovia Transpantaneira, que é cercada de casas, fazendas e pousadas. Nesta quinta-feira (16), hóspedes e brigadistas alocados nessas áreas precisaram sair às pressas.


Agora, além de evacuar os locais de risco, as equipes tentam resfriar as áreas para evitar que o incêndio chegue até as áreas construídas.


Com 150 km de extensão, a Transpantaneira cruza a maior planície alagável do planeta e é conhecida por ser um atrativo turístico da região.


O fogo já consumiu mais de 1 milhão de hectares do Pantanal neste ano, o triplo do registrado em 2022, conforme dados do Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais (Lasa/UFRJ).

תגובות


bottom of page