top of page
Buscar

Mãe acusada de matar o próprio filho, aguarda exame de insanidade mental

Laudo foi requerido pela defesa e pelo Ministério Público do Estado de São Paulo (MPE-SP) após surto psicótico da jovem durante audiência de instrução e julgamento, em novembro. - Com G1 Prudente

A acusada de envolvimento na morte do próprio filho, em Santo Anastácio (SP), Izabella Rodrigues da Silva, de 24 anos, aguarda o agendamento de data para realização de um exame de insanidade mental, na Penitenciária Feminina de Tremembé (SP), onde está detida.


O procedimento foi requerido pela defesa, representada pelo advogado criminalista Sidney Araújo dos Santos, e pelo Ministério Público do Estado de São Paulo (MPE-SP) após um surto psicótico da jovem no momento de prestar depoimento ao Poder Judiciário, no último dia 1º de novembro.

Ao g1, o advogado informou que um novo interrogatório somente poderá ser iniciado depois de a jovem ser submetida ao exame, feito pelo Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo (Imesc). “O exame vai determinar se ela tem problemas psiquiátricos e, ao tempo do crime, se ela tinha consciência do que estava fazendo. Se constatar que ela não tinha consciência do crime, ela será absolvida”, observou à reportagem. Ainda não há uma data prevista para a realização do exame, segundo a defesa, motivo pelo qual a investigada permanece detida em Tremembé, “em virtude deste presídio ter mais profissionais na área da psiquiatria forense e acomodar detentas com o perfil do tipo de crime em que ela está sendo acusada”. “Por ora, a defesa aguarda a realização do exame, para comprovar sua perturbação mental [de Izabella]”, concluiu ao g1.

コメント


bottom of page