top of page
Buscar

Mãe e três filhas são encontradas mortas em casa no interior de Mato Grosso

Vítimas foram encontradas com cortes profundos e sinais de abuso sexual - Com Diario do Nordeste

Uma mãe e três filhas foram encontradas mortas, nesta segunda-feira (27), dentro da própria residência no município de Sorriso, no Mato Grosso. A suspeita é de que o crime tenha sido cometido pelo funcionário de uma obra próxima à casa da família, que teria esfaqueado e abusado sexualmente de, pelo menos, três das vítimas.


De acordo com informações da Polícia Judiciária Civil do Mato Grosso (PJC MT), vizinhos notificaram as autoridades após perceberem que as quatro não haviam sido vistas ao longo do fim de semana. Ao chegar ao imóvel da família, a Polícia encontrou as vítimas já sem vida, com cortes profundos pelo corpo.


Identificada como Cleci Calvi Cardoso, a mãe tinha 46 anos e morava com as três filhas: Miliane, de 19, e duas crianças, de 10 e 12 anos.


Suspeito

Entrevistado pelo jornal O Globo, o delegado Bruno Ferreira revelou que o comportamento do acusado, identificado como Gilberto Rodrigues dos Anjos, chamou a atenção dos investigadores. “Todos estavam curiosos [sobre o crime], mas tinha um cara que nem chegava perto. Descobrimos depois que ele tinha um mandado de prisão de Lucas do Rio Verde (MT). Esse crime seguia o mesmo modus operandi”, explicou o agente.


Além disso, na cena do crime, também foi encontrada uma pegada em uma parte do piso manchada de sangue. Ao comparar a marca com o solado dos chinelos do suspeito, as autoridades perceberam que eram compatíveis.


Aumentando ainda mais as suspeitas, ao falar com Gilberto, o delegado notou um “buraco” no cabelo dele, e lembrou-se que uma das vítimas foi encontrada com um tufo de cabelo na mão. Ao ser confrontado com a informação, o suspeito cedeu e confessou o crime.


Segundo levantamento da equipe de perícia técnica, Gilberto teria feito uso de entorpecentes e entrado na casa pelo banheiro com a intenção de roubar o imóvel. Tentando impedi-lo, Cleci entrou em conflito físico com o acusado e acabou sendo esfaqueada. A filha mais velha tentou socorrer a mãe, mas também foi atacada.


Conforme informado pela Polícia Civil, Gilberto esfaqueou três vitimas e asfixiou outra, além de ter abusado sexualmente da mãe e de duas filhas.


Após cometer os delitos, ele teria retornado para o terreno em que trabalhava, ao lado da residência da família. No local, de onde é possível observar o interior da casa, foram encontradas roupas sujas de sangue em um contêiner, e uma peça íntima de uma das vítimas em uma sacola.


Preso, Gilberto foi levado para a Penitenciária Dr. Osvakdi Florentino Leite Ferreira. De acordo com a Polícia Civil, a mudança ocorreu após agentes identificarem risco de uma tentativa de linchamento do suspeito por parte da população de Sorriso.


Ficha criminal

Em setembro, Gilberto teria invadido outra residência, localizada em Lucas do Rio Verde, e abusado sexualmente de outra vítima, que estava dormindo. Ele também teria tentado matá-la com cortes no pescoço, mas ela conseguiu sobreviver.


O homem ainda tem um mandado de prisão aberto na cidade de Mineiros, em Goiás.

bottom of page