top of page
Buscar

Médico natural de PP é assassinado em quiosque na Barra da Tijuca, no Rio

Diego Ralf de Souza Bomfim, de 35 anos, era graduado em Medicina pela Unoeste e especialista em Ortopedia e Traumatologia; caso ocorreu nesta madrugada - Com O Imparcial

Natural de Presidente Prudente, o médico Diego Ralf de Souza Bomfim, 35 anos, foi um dos três assassinados na madrugada desta quinta-feira em um quiosque de praia na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. Ele era irmão da deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP), também natural de Prudente.


Diego era graduado em Medicina pela Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), em Prudente, e especialista em Ortopedia e Traumatologia, em Cirurgia do Pé e Tornozelo e em Reconstrução Óssea.


De acordo com os repórteres Cristina Camargo, Francisco Lima Neto e Bruna Fantti, da Folhapress, as vítimas, além de Diego, são Marcos de Andrade Corsato, 62 anos, e Perseu Ribeiro Almeida, 33 anos. Um quarto médico ficou ferido e foi levado para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, no mesmo bairro. Eles estavam na cidade para participar de um congresso internacional de ortopedia.


O crime aconteceu por volta da 1h, em frente ao Windsor Hotel, área nobre do bairro.


Ainda segundo reportagem da Folhapress, imagens de câmeras de segurança mostram que os quatro médicos estavam sentados em uma mesa do quiosque quando três homens, vestidos com roupas pretas, desceram de um carro branco parado do outro lado da via e começaram a atirar no grupo.


Após balearem os quatro ocupantes da mesa, os criminosos voltam correndo ao veículo e vão embora sem roubar nada.


As imagens mostram também que outros clientes do quiosque testemunharam o ataque e saíram correndo para não serem feridos.


A Delegacia de Homicídios da capital investiga o crime. Ainda na madrugada, foi realizada perícia no local do crime e no quarto das vítimas no hotel em que estavam hospedadas. Celulares dos médicos foram apreendidos.


Testemunhas estão sendo ouvidas e imagens de câmeras de segurança são analisadas para identificar o veículo que transportou os suspeitos.


Policiais do 31° BPM (Batalhão de Polícia Militar) chegaram a realizar buscas para localizar os acusados, mas nada foi encontrado. O policiamento foi reforçado na região.

Comentarios


bottom of page