top of page
Buscar

Menino de dois anos morre após ser picado por cascavel durante acampamento, em Panorama

Vítima deu entrada no Pronto Atendimento Municipal (PAM) na noite de sábado (18), porém, recebeu o soro anticrotálico apenas na manhã de domingo (19), 12 horas depois do acidente.

Um menino, de apenas dois anos, morreu após ser picado por uma cascavel (Caudisona durissa), na noite de sábado (18), em Panorama (SP).


A família da criança estava acampada na região do Córrego dos Macacos, em um local conhecido como Angico, onde foram pescar.

Em determinado momento, o menino se deslocou até outro ponto junto a um dos irmãos, que teria ido urinar, quando foi atacado na panturrilha pela cobra, segundo a Polícia Civil.

No mesmo instante, o pai matou a serpente e a levou, junto com a criança, para o hospital local, a fim de que os profissionais identificassem a espécie e ministrassem o soro correto, no entanto, por haver um guizo na ponta do rabo do animal, o pai já imaginou se tratar de uma cascavel.

A vítima deu entrada na unidade de saúde por volta das 19h e foi atendida por um médico. Na ocasião, ele ministrou um soro para hidratação e antibiótico na criança, que também foi submetida a exames, ainda de acordo com a Polícia Civil.


Entretanto, apenas na manhã deste domingo (19), por volta das 7h40, é que o soro anticrotálico para o veneno foi aplicado em Gael, cerca de 12 horas após o acidente.


Em seguida, ele foi transferido para o Hospital Regional (HR), em Presidente Prudente (SP), onde deu entrada às 11h58, porém, como estava “bastante debilitado”, não resistiu e morreu às 13h02, conforme a polícia.


O corpo da criança foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para realização do exame necroscópico.



Comments


bottom of page