top of page
Buscar

Mirante recebe prêmio destaque na alfabetização na idade certa

Oito municípios do Estado de São Paulo foram premiados e receberam como prêmio um espaço maker completo


Prefeito de Mirante (de camisa jeans) recebe prêmio PAR, que recompensa municípios que tiveram melhores resultados na alfabetização de crianças na idade certa em 2022


O prefeito de Mirante do Paranapanema, Átila Ramiro Menezes Dourado (PSDB), participou, no início da semana, da cerimônia de entrega do Prêmio PAR (Programa de Alfabetização Responsável) concedido pelo Sesi-SP (Serviço Social da Indústria de São Paulo) e pela Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) para cidades paulistas com os melhores resultados na alfabetização de crianças na idade certa, no ano de 2022.


Segundo informações da Prefeitura, em sua primeira edição, o Prêmio PAR teve critérios técnicos para definir os vencedores elaborados pelo Sesi-SP em conjunto com entidades como Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), Bem Comum e Canal Futura. O objetivo do prêmio é dar visibilidade a esta etapa da educação.


“Estou muito feliz em poder representar Mirante do Paranapanema e receber este prêmio logo em sua primeira edição. Desde o início de nossa administração procuramos investir mais para oferecer o melhor ensino, e este prêmio prova que estamos no caminho certo. Agradeço a todos os profissionais envolvidos na educação: professores, ADIs [auxiliares de desenvolvimento infantil], coordenadores, diretores e a secretária de Educação, Edneide Menezes, pois foi graças ao trabalho e dedicação deles que conquistamos este importante reconhecimento", destacou o prefeito de Mirante do Paranapanema.


Além de Mirante do Paranapanema foram premiados os municípios de: Brejo Alegre, Braúna, Meridiano, Pinhalzinho, Guariba, Fernandópolis e Franca.


Critérios de avaliação


De acordo com informações da Prefeitura, para definir as oito cidades vencedoras do Prêmio PAR foram utilizados dados públicos de desempenho dos alunos das redes municipais, ou seja, as prefeituras não precisaram se inscrever para concorrer. Os municípios paulistas foram divididos em oito grupos e classificados de acordo com o número de escolas e matrículas no 2º ano do ensino fundamental. Foram considerados ainda o desempenho no Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) e o nível socioeconômico do município.


Como prêmio, as oito cidades vencedoras ganharam um espaço maker completo, em regime de comodato, e suporte de um instrutor do Sesi-SP. O espaço é um laboratório de fabricação digital para práticas pedagógicas, equipado com máquinas e recursos do mais alto nível para desenvolvimento e prototipação de projetos, ampliando as experiências de aprendizagem multidisciplinares e interdisciplinares. O laboratório vai propiciar que os estudantes materializem suas ideias, desenvolvam a criatividade e o espírito colaborativo.

Sobre o PAR O PAR (Programa Alfabetização Responsável) é parte do Sesi para Todos, iniciativa da rede que desde o ano passado coloca à disposição das escolas públicas toda sua expertise em educação, a partir das necessidades dos municípios parceiros. O PAR, que começará a ser implementado em 2024, tem dois pilares: recursos didáticos inovadores para serem trabalhados em sala de aula e formação presencial de professores da educação infantil (4 e 5 anos) e do início do ensino fundamental (1º e 2º anos), oferecidos gratuitamente às prefeituras a fim de potencializar a educação pública.

Yorumlar


bottom of page