top of page
Buscar

Nasce 1º bebê após transplante de útero fora de um ensaio clínico

Atualizado: 27 de jul. de 2023

Caso ocorreu nos EUA - a mãe foi diagnosticada com condição rara caracterizada por ausência de útero. Técnica já havia sido usada antes, mas sempre como parte de um estudo. - G1

Pela primeira vez no mundo, uma mulher deu à luz um bebê saudável após receber, fora de um ensaio clínico, um transplante de útero de uma doadora falecida. O anúncio foi feito na segunda-feira (24) pela Universidade do Alabama em Birmingham (UAB), nos Estados Unidos.


A técnica já havia sido usada antes, mas sempre como parte de um estudo - a primeira vez foi em 2017, realizada por médicos brasileiros do Hospital das Clínicas da USP.

O programa de transplante de útero da UAB é o primeiro no mundo que não faz parte de uma pesquisa clínica. O caso de Mallory, que preferiu não divulgar seu sobrenome, foi celebrado pela equipe médica.

Este nascimento é uma evidência que nos assegura que esta tecnologia emergente – esta terapia inovadora –, que é necessária há tanto tempo, realmente, realmente funciona.

— Paige Porrett, diretora no Comprehensive Transplant Institute da UAB Segundo a universidade, a infertilidade do fator uterino pode afetar até 5% das mulheres em idade reprodutiva em todo o mundo.

Nosso objetivo e sonho para este programa são tornar esta rotina para mulheres que querem vivenciar a gravidez e o parto, mas não podem por diversos motivos de saúde.

— Anupam Agarwal, vice-presidente da UAB e reitor da Heersink School of Medicine (escola de Medicina da UAB)

Mãe nasceu sem útero

Mallory, a mãe da criança, foi diagnosticada aos 17 anos com a síndrome de Mayer-Rokitansky-Küster-Hauser, uma condição rara caracterizada pela ausência de útero.

Para ser mãe, ela precisaria da ajuda de uma barriga de aluguel ou adoção. A primeira filha foi fruto de barriga de aluguel (com a ajuda da irmã). “Eu entendi que 'ok, não poderei carregar meus próprios filhos'; mas, para mim, sempre parecia que faltava algo", contou. O bebê, que é um menino, nasceu em maio de 2023, mas o processo, desde o transplante de útero de uma doadora falecida até a implantação do embrião e o parto, durou cerca de 18 meses.

Bình luận


bottom of page