top of page
Buscar

‘Onde mora a saudade’

Atualizado: 21 de jun. de 2023



No próximo dia 04 de março, sábado, a partir das 17 horas, acontecerá na sede da Academia Venceslauense de Letras, na antiga Estação da FEPASA, o lançamento da obra ‘Onde mora a saudade’ a história dos alemães bessarábios e das colônias Aymoré e Água da Colônia.


A referida obra foi escrita pelas irmãs Alma Ester Sukerth Bindewald e Eliane Sukerth Pantalena. Alma é contadora, casada, tem dois filhos e reside em Curitiba. Eliane é pedagoga, casada, tem duas filhas e reside em São Paulo.


A composição da obra é resultado de uma pesquisa histórica cuidadosa e de relatos de pessoas que vivenciaram as circunstâncias e as dificuldades de se fixarem em um país estranho.


As autoras realizaram diversas entrevistas e colheram informações com pessoas descendentes dos alemães bessarábios que migraram para esta região do Brasil e do estado de São Paulo.


O lançamento será feito em Presidente Venceslau devido ao conteúdo que se refere à imigração alemã no contexto das Colônias Aymoré e Água da Colônia; Alma e Ester têm vínculos com nossa cidade e região. A maioria dos alemães que formaram as referidas colônias são originários da Bessarábia.


Passaram por dificuldades impensadas, viveram guerras e perseguições, mas marcaram a história dessas colônias com seu trabalho, culinária, crenças, usos e costumes. Exerceram influências e receberam influências. Para quem conviveu ou convive com descendentes de alemães facilmente identifica o esforço, o trabalho, a polidez e o caráter probo que muito contribuíram na interação com os brasileiros.


No dia do lançamento, haverá uma exposição de fotos comemorando ‘100 anos do Bairro Aymoré’ documentos, objetos e figurinos típicos da época enfocada.


A Academia Venceslauense de Letras sente-se honrada em sediar tal evento cuja obra valoriza as origens e a história de um povo valoroso, valoriza a família, valoriza o registro da história e valoriza a essência humana. Valoriza a presença alemã em nossa região, presença essa marcada pela discrição, pelo trabalho, pelo respeito, pela amabilidade e pela seriedade. Minha velha mãe, imigrante portuguesa, já falecida, sempre me dizia: O trabalho e a polidez no trato com as pessoas eram as maiores marcas dos alemães quando aqui chegaram.


Notória é a presença alemã na sociedade venceslauense ainda hoje; fácil é perceber que as marcas positivas da personalidade dos ascendentes permanecem através dos tempos e das gerações que se sucederam, o que causa orgulho a todos que com eles têm vínculos sanguíneos, familiares ou de amizade.


A obra ‘Onde mora a saudade’ terá dois outros lançamentos, um em Curitiba, no Sesc Paço da Liberdade, e outro em São Paulo, no Museu da Imigração.


Vale a pena conferir este lançamento; oportunidade rara de participarmos de um evento cultural tão importante para a história e para a comunidade de Presidente Venceslau. Para a Academia Venceslauense de Letras é uma honra. Certamente será um dia de glória. Estamos cumprindo nosso objetivo primordial que se refere a oportunizar o acesso das pessoas à escrita e à leitura.


Contamos com a presença dos queridos acadêmicos, da comunidade alemã e com todos os venceslauenses de bom coração!


‘Pois não podemos deixar de falar de tudo quanto vimos e ouvimos!’

(Atos 4:12)


(*) Aldora Maia Veríssimo - Presidente da AVL

Commentaires


bottom of page