top of page
Buscar

Operação desarticula grupo que aplicava golpes em religiosos da região


A Polícia Civil, através da Delegacia de Pirapozinho, deflagrou nesta quarta-feira (19) a Operação “Iconoclastas", cuja finalidade foi o cumprimento de 03 mandados de busca e apreensão, em Campinas.


A operação teve o objetivo de localizar provas cautelares referentes à prática de estelionato e associação criminosa.


As investigações começaram após o prejuízo sofrido na Paróquia São João Batista, em Pirapozinho. Os investigados ofereciam serviços de restauração de objetos sacros metálicos, porém danificavam as peças e passaram a cobrar valores indevidos e abusivos ao que foi tratado.


Uma série de outros religiosos, assim como paróquias da região e do Estado de São Paulo, teriam sido vítimas do golpe.


O nome da Operação se refere a indivíduos que não respeitam as tradições e crenças estabelecidas ou se opõem a qualquer tipo de culto ou veneração, seja por imagens ou outros elementos. O termo abrange ainda aquele que destrói imagens religiosas ou objetos religiosos,


Neste caso, os objetos que eram para serem restaurados acabaram sendo danificados.


Segundo o Delegado de Polícia responsável pela investigação, Rafael Guerreieo Galvão, com a operação, que envolveu a apreensão de bens e sequestro de veículos, valores e objetos de valor, busca-se agora angariar provas da prática e dinâmica criminosa, além de possibilitar o ressarcimento pecuniário das paróquias vítimas.

Comentarios


bottom of page