top of page
Buscar

Pegadas de dinossauros e pinturas de 145 mi de anos são encontradas no Brasil

Com Só Notícia Boa

Foto: Troiano et al/Scientific Reports.


Pesquisadores encontraram pegadas de dinossauros e pinturas de arte rupestre em um sítio arqueológico localizado aqui no Brasil e o resultado saiu na prestigiada revista Nature.


A descoberta foi no Sítio Serrote do Letreiro, no município de Sousa, Paraíba. As pegadas fossilizadas são de dinossauros teríopodes, saurópodes e iguanodontianos, que datam entre 145 a 100,5 milhões anos atrás.


Já as pinturas, foram encontradas diretamente na superfície da rocha. As imagens datam do período pré-colonial no país. Elas não foram totalmente identificadas e se assemelham a serpentes e estrelas.


Ligação entre arte e pegadas


A região já é conhecida por achados arqueológicos, mas o novo estudo tem um diferencial.


Segundo os pesquisadores, que publicaram os resultados na revista Nature, as pinturas foram criadas ao redor da pegada e de maneira proposital.


Rastros de dinossauros e arte rupestre já foram encontrados em associação antes, mas dessa vez, os dois exibem uma relação muito estreita, segundo os pesquisadores.


“É inquestionável que os gravadores reconheceram as pegadas e executaram intencionalmente os petróglifos ao seu redor, estabelecendo uma ligação simbólica entre a expressão gráfica humana e o registro fósssil”, disseram no artigo.


22 símbolos


A equipe pesquisou o local e identificou três grandes partes do terreno com os símbolos.


Na primeira região, foram encontrados mais de 22 símbolos, tendo a maior concentração de pegadas de terópodes.


Já no segundo, apenas dois petróglifos, enquanto no último, foram identificadas 30 esculturas, bem como marcas bicadas e rastros deixados por grandes dinossauros.


Símbolos não identificados


Em grande maioria, os símbolos encontrados são circulares, com linhas radiais.


O significado não é óbvio, mas os pesquisadores interpretam como formas geométricas e apresentam uma semelhança bem grande com gravuras rupestres encontradas em outros locais da Paraíba e do Rio Grande do Norte.


Alguns lembram estrelas e serpentes.


Cuidado com as pegadas


O artigo ainda explica que a variação de estilo sugere que vários indivíduos estão por trás dos desenhos.


Mas não há identificação de quem eles são. Uma coisa é fato, segundo o estudo, essas pessoas tiveram muito cuidado ao esculpir ao lado das pegadas dos dinossauros.


“Em nenhum dos casos foi constatado que a criação de um petróglifo resultou em danos às pegadas existentes, sugerindo consideração por parte dos fabricantes”.



Foto: Troiano et al/Scientific Reports.

Comments


bottom of page