top of page
Buscar

Pix já incluiu mais de 70 milhões de brasileiros que não faziam transferências eletrônicas, diz BC

Atualizado: 12 de set. de 2023

Por Terra

Foto: Leo Souza/Estadão - 16/11/2020 / Estadão


O Pix já promoveu a inclusão financeira de cerca de 71,5 milhões de usuários que não faziam transferências bancárias por meio de TED (Transferência Eletrônica Disponível). O dado é do Relatório de Gestão do Pix, do Banco Central, referente aos resultados do ano passado.


“O elevado grau de adoção do Pix em tão pouco tempo de existência demonstra que a população brasileira, em geral, tem sido bastante receptiva à nova forma de realizar pagamentos e transferências”, complementa o BC, no documento divulgado no último dia 4.


O dado reflete uma crescente positiva rumo a um dos objetivos do Pix, relacionado à democratização ao acesso a meios eletrônicos de pagamento e contribuição em prol da inclusão financeira e digital.


Objetivos do Pix, segundo o Banco Central:

  • Diminuir o uso de dinheiro em espécie e promover maior digitalização dos meios de pagamento;

  • Fomentar a competição e promover a eficiência do mercado de pagamentos de varejo;

  • Incentivar a inovação e viabilizar novos modelos de negócio, não apenas na indústria financeira e de pagamentos, mas também nas demais atividades da economia real;

  • Democratizar o acesso a meios eletrônicos de pagamento e contribuir para a inclusão financeira e digital;

  • Reduzir o custo das transações eletrônicas;

  • Oferecer uma experiência, no uso de meios eletrônicos, simples, segura e sem fricções.

Adesão

O Pix foi lançado em novembro de 2020 e sua adesão segue em crescimento. Ao longo de 2022, 2,9 bilhões de transações foram realizadas. Em comparação com 2021, houve aumento de 107% do fluxo - que marcou 1,4 bilhão. 


Já o novo recorde no volume de transações em um único dia foi batido na última quarta-feira, 6, quando foram registradas 152,7 milhões de transferências. De acordo com a autoridade monetária, o volume financeiro transferido foi de R$ 76,1 milhões.


O recorde anterior do Pix havia sido em 4 de agosto, com 142,4 milhões de operações em um único dia. Segundo os dados do BC, em agosto foram registradas 919 mil transações correspondentes a R$ 177,1 milhões.

Comments


bottom of page