top of page
Buscar

Polícia Ambiental intensifica proteção das florestas no Estado de São PauloDa RedaçãoPolícia Milit


Polícia Militar Ambiental do Estado de São Paulo iniciou nesta segunda-feira (17) a Operação Guardião das Florestas, com o objetivo de fortalecer a proteção e preservação das riquezas naturais do Estado.


De acordo com a corporação, a ação ocorre até o dia 18, abrangendo diversas ações voltadas para a conservação da vegetação nativa, fiscalização de áreas degradadas e combate a atividades ilegais que ameaçam o meio ambiente.


A data do “Dia do Guardião das Florestas” é uma homenagem a um conhecido personagem do folclore brasileiro, o Curupira, símbolo estadual de guardião das florestas e dos animais que nela vivem. Ao longo dos anos, essa data ganhou ainda mais relevância, tornando-se também o “Dia de Proteção das Florestas”, com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a importância desses ecossistemas.


Sem florestas, sem vida


As florestas desempenham um papel fundamental na vida humana, fornecendo recursos essenciais como alimentos, além de atuarem como reguladoras do microclima e abrigarem uma rica diversidade de fauna e flora. Para garantir a preservação desses ambientes e combater crimes ambientais, o policial militar ambiental desempenha um papel crucial como um verdadeiro Guardião das Florestas, impedindo a devastação e protegendo nossa biodiversidade.


Nesse contexto, a “Operação Guardião das Florestas” visa à preservação da vegetação nativa no Estado de São Paulo, verificando a regeneração de áreas que sofreram interferência da ação humana, prevenindo incêndios causados por balões, combatendo o comércio ilegal de madeiras nativas e apoiando a “Operação SP Sem Fogo”, que busca combater os focos de incêndio nas áreas florestais.


Durante a operação, serão realizadas ações de monitoramento das coberturas vegetais, fiscalização de pátios madeireiros e combate às fábricas clandestinas de balões, além da identificação e combate a focos de incêndio em vegetação nativa. Todas as atividades serão conduzidas de maneira planejada, sistêmica e inteligente, contando com o apoio de equipes operacionais especializadas e tecnologias de monitoramento via satélite.

Comments


bottom of page