top of page
Buscar

Polícias de SP recebem 9,4 mil armas e tem mais R$ 43 mi para novas compras


O Governo de São Paulo, por meio da Secretaria da Segurança Pública, assinou contratos para aquisição de 4,2 mil novas armas para as polícias Civis e Militar, com investimento previsto de R$ 43,2 milhões, no primeiro semestre de 2023. No mesmo período, as forças estaduais de segurança também receberam 9,4 mil armamentos que já estavam em processo de compra.


Entre os contratos assinados pela atual gestão, há acordos para aquisição de 800 espingardas, 700 submetralhadoras, 200 fuzis e seis metralhadoras leves. As entregas devem ser feitas a partir de outubro, a depender da liberação do Exército. Já as 2,5 mil armas de incapacitação neuromuscular para a PM devem chegar até agosto.


De janeiro a junho, as forças policiais também receberam 9.414 armamentos, além de 15 mil novos coletes para a PM. No dia 26 de junho, por exemplo, a Polícia Civil recebeu 414 novos fuzis ARAD calibre 5,56x45mm, que seguem o padrão de aquisição das mais novas tecnologias do mercado internacional.

Frota policial


A Secretaria da Segurança Pública também está conduzindo uma licitação para compra de 797 novos veículos para a PM, com investimento de R$ 168,3 milhões. Entre os modelos, estão 603 SUVs - 110 veículos têm previsão de entrega em setembro, e outros 493 do tipo compacta chegam até dezembro.


A pasta também mantém tratativas para a compra de 381 veículos para a Polícia Civil, com investimento estimado de R$ 56,5 milhões.


Entre janeiro e junho, o Governo de São Paulo entregou 1.230 viaturas para a Polícia Militar e outros 157 veículos para o Corpo de Bombeiros, com investimento de R$ 372 milhões "deste total, R$ 16,2 milhões vieram por meio de convênio com a União. Também assinou contratos de cerca de R$ 52 milhões para a compra de mais de cem veículos que serão entregues até o final de 2023.


Concursos


O estado tem 8.539 vagas em concursos em andamento para as polícias Civil, Militar e Técnico-Científica, sendo 2.939 para PC e SPTC e 5600 para a PM. As vagas são para delegados, investigadores, escrivães, médicos legistas e peritos, além de soldado PM de 2ª Classe e alunos-oficiais. Atualmente há 2,6 mil policiais em formação, que vão reforçar o efetivo das polícias do estado assim que concluírem a formação. (Com SP Notícias)


Comments


bottom of page