top of page
Buscar

Profissionais de enfermagem e do magistério têm piso salarial aprovado em Sandovalina

Atualizado: 6 de jul.

As duas categorias vão receber equiparação salarial a partir deste mês de julho - O IMPARCIAL



Professores na sessão extraordinária que aprovou o novo piso da categoria

Duas importantes categorias terão seus vencimentos corrigidos em Sandovalina: os profissionais de enfermagem e do magistério vão passar a receber os pisos das suas respectivas categorias. O prefeito de Marcos Mendes (MDB) autorizou a correção salarial. Segundo a administração municipal, para os professores, a correção chega em boa hora, pois há mais de 15 anos, mais de 40 profissionais têm seus vencimentos abaixo do piso da categoria. Com o aumento do salário-mínimo houve um achatamento nos padrões de alguns funcionários, e isso incluiu, principalmente, o magistério.

Anteriormente, de acordo com o Executivo, os professores de PEB I (Professor de Educação Básica) recebiam R$ 13,07 por hora/aula, enquanto os de PEB II, recebiam R$ 14,60 por cada hora/aula, ou seja, os docentes recebiam aproximadamente 59,14% do piso da categoria.

Piso da enfermagem

Os enfermeiros também vão receber o piso nacional da enfermagem. O Executivo pretende colocar em prática os novos vencimentos mesmo não recebendo nenhuma contrapartida dos governos federal e estadual.

Segundo o prefeito, o aumento está dentro do limite imposto pelo Tribunal de Contas quanto aos gastos com pessoal. “Fizemos um estudo com nossa contabilidade e nosso jurídico e decidimos aplicar os pisos para as duas categorias, por ser tratarem serviços extremamente importantes para a nossa população. Os vencimentos com folha de pagamento passarão a ser 45% da nossa arrecadação, dentro do que o Tribunal de Contas recomenda”, afirma Marcos Mendes.

Ainda de acordo com o Executivo, outras categorias receberam os ajustes. Os demais funcionários receberam em 2022 um aumento de 15% em seus vencimentos, mais R$ 150 de aumento no vale-alimentação, que passou de R$ 500 para R$ 650. Em 2023, o aumento foi de 10% e o vale reajustado para R$ 750.


Foto: Cedida

Prefeito Marcos Mendes: “Decidimos aplicar os pisos para as duas categorias, por ser tratarem de serviços extremamente importantes para a população”

bottom of page