top of page
Buscar

Prouni 2023: MEC divulga resultado da 1ª chamada

Programa oferece bolsas integrais e parciais em instituições particulares de ensino superior. Candidato deve ter feito Enem 2021 ou 2022 e obtido nota mínima nas provas e redação. - G1

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta terça-feira (4) o resultado da primeira chamada do Programa Universidade Para Todos (ProUni) do segundo semestre. Para conferir o resultado, o candidato deve acessar o site do programa: http://acessounico.mec.gov.br/prouni.

  • A iniciativa oferece bolsas de estudo de 50% e 100% em instituições particulares de ensino superior.

  • O candidato selecionado tem de 4 a 14 de julho para comprovar as informações prestadas na inscrição e garantir a vaga.

  • A documentação deve ser apresentada junto à faculdade para a qual foi aprovado.

Também nesta terça começa o prazo de inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) 2023 do segundo semestre. Os candidatos devem se inscrever no portal do Fies.

Requisitos para o ProUni

Para se inscrever, o candidato precisa ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 ou 2022 e obtido média mínima de 450 pontos nas áreas de conhecimento e nota superior a zero na redação. Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve ainda ter renda familiar bruta mensal per capita de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais, o limite da renda familiar bruta mensal per capita é de três salários mínimos. Além disso, é preciso atender a pelo menos um dos pontos abaixo:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública;

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola privada como bolsista integral;

  • Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista integral;

  • Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada com bolsa parcial ou sem a condição de bolsista; ou

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola privada com bolsa parcial da respectiva instituição ou sem a condição de bolsista;

  • Ser pessoa com deficiência, na forma prevista na legislação; ou

  • Ser professor da rede pública de ensino, exclusivamente para os cursos de licenciatura e pedagogia, destinados à formação do magistério da educação básica.

bottom of page