top of page
Buscar

PV sedia encontro regional para debater desafios do setor varejista

Atualizado: 14 de mai.

Com Assessoria

No próximo dia 15, o Sindicato do Comércio Varejista (Sincomercio) do Pontal do Paranapanema e Alta Paulista e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) se reúnem para discutir as demandas e os desafios enfrentados pelos setores do Comércio e dos Serviços na região. O evento, fechado, será destinado exclusivamente aos representantes dos sindicatos que compõem a Câmara Regional Oeste do Conselho do Comércio Varejista (CCV) da Federação. 


O encontro contará com as participações do presidente executivo da FecomercioSP, Ivo Dall’Acqua Júnior, do assessor econômico Jaime Vasconcellos e do assessor jurídico Paulo Igor. Além do Sincomercio Pontal do Paranapanema, estarão presentes representantes de dez sindicatos do Comércio Varejista pertencentes à Câmara Regional Oeste: Ourinhos, Marília, Tupã, Presidente Prudente, Assis, Palmital, Adamantina, Osvaldo Cruz, Andradina e Lucélia. 


Impactos da falta de segurança sobre o varejo


Dentre outros temas previstos na reunião, destaque para a modernização do Estado, com enfoque na questão dos impactos da falta de segurança sobre o varejo, que será apresentado por Paulo Igor.

 

A Federação calcula que as empresas gastam, diretamente, quase R$ 60 bilhões ao ano com segurança — enquanto, indiretamente, o custo social gira em torno de R$ 200 bilhões, investidos em câmeras de segurança, seguros, escolta armada, carros blindados, entre outros, que inflam os preços praticados pelo Comércio e pelos Serviços. O ônus recai sobre os consumidores. Considerando os impactos sobre os negócios, cada consumidor paulista acaba pagando, em média, R$ 1,36 mil ao ano em custos diretos e R$ 4,54 mil em gastos indiretos, em valores que se entremeiam nos preços dos produtos e serviços consumidos.

 

Destaque também para a apresentação sobre o atual cenário da inflação no Brasil, por Jaime Vasconcellos. Além de detalhar as tendências desse importante indicador macroeconômico, a palestra tem como objetivo dar subsídios técnicos aos sindicatos mediante projeções, prevendo a trajetória inflacionária para o processo de negociações coletivas referente ao período 2024/2025.

Opmerkingen


bottom of page