top of page
Buscar

Qual a relação entre doença alérgica e infertilidade?


O número de pacientes desenvolvendo quadros alérgicos vem aumentando no mundo todo. Concomitantemente, quadros de infertilidade também estão cada vez mais comuns nos nossos consultórios. Será que existe algum link entre alergias e infertilidade? Sim, existe. Um link complexo que envolve o sistema reprodutor, o sistema endócrino e o sistema imunológico.⠀


A primeira pergunta é: por que estamos tão alérgicos?⠀ Os motivos são muitos e podemos enumerar uso precoce de antibióticos, parto cesárea, bebês não amamentados com leite materno, introdução alimentar precoce e/ou inadequada e exposição a xenobióticos (produtos químicos tóxicos ao organismo). Junta-se a isso o ambiente em que estamos inseridos (grandes metrópoles poluídas), estresse, noites mal dormidas, dentre outros fatores, culminando com uma desregulação da resposta imune.⠀


E qual o link com a infertilidade?⠀ De acordo com as revisões sistemáticas, o sistema reprodutor feminino aparenta ser muito vulnerável a fatores relacionados ao estilo de vida, como: dieta desequilibrada, tabagismo, álcool, exposição a alergenos, medicamentos e estresse. A exposição crônica a tais fatores gera uma série de reações no sistema imunológico, gerando inflamação local e sistêmica.

E qual a relação com a fertilidade?⠀ É comum detectarmos células relacionadas a resposta alérgica, como mastócitos e Th17, no sangue de mulheres com diagnóstico de infertilidade. ⠀

Em mulheres alérgicas, pode haver aumento no tempo para gestação, abortos espontâneos e distúrbios menstruais.⠀

Além disso, o estrogênio tem um papel importante na regulação do mecanismo da alergia, aumentando as respostas mediadas por Th2, favorecendo quadros alérgicos. ⠀ Quadros que relacionam alergias e infertilidade são especialmente comuns em mulheres com endometriose.


Comments


bottom of page