top of page
Buscar

SP anuncia mutirão de cirurgias cardíacas

Da Redação

O Governo de São Paulo lançou nesta segunda-feira (3) o Mutirão de Cirurgias Cardíacas. A iniciativa foi apresentada pelo governador Tarcísio de Freitas, no Instituto de Cardiologia Dante Pazzanese, na capital, e amplia a oferta de atendimento ambulatorial e hospitalar para beneficiar 3 mil pacientes prioritários que estão à espera de cirurgias cardiovasculares na rede estadual.

“Hoje é uma vitória a gente estar começando este mutirão cardiológico e estou muito feliz por estar aqui no Instituto Dante Pazzanese iniciando um trabalho que vai salvar vidas e fazer a diferença para tanta gente”, disse o governador.

"Vamos começar a atacar essas cirurgias cardíacas e problemas congênitos aumentando a capacidade da rede pública e contratar mais cirurgias na rede privada”, acrescentou.

A iniciativa integra o Plano de Redução de Filas de Cirurgias Eletivas de São Paulo e está recebendo investimento de R$ 150 milhões para viabilizar os atendimentos. O objetivo é reduzir a espera por cirurgias eletivas em quatro grupos priorizados de procedimentos, de acordo com levantamento feito pela equipe do Dante Pazzanese e prestadores de serviços habilitados em alta complexidade em cirurgia cardiovascular.

O mutirão atenderá pacientes elegíveis para cirurgia de substituição de válvula cardíaca, os com condições congênitas pediátricas, os congênitos adultos e os que necessitam de procedimento para a revascularização do miocárdio.

A primeira fase do projeto será junto aos 17 Departamentos Regionais de Saúde, que irão selecionar as unidades de saúde do Estado aptas a oferecer os atendimentos, de acordo com o número de pacientes que serão atendidos pelo programa em cada região.

O Governo de São Paulo também vai investir na ampliação de 50 leitos de enfermaria no Dante Pazzanese e reabertura de leitos de UTI e enfermaria fechados no Instituto do Coração (Incor). Tarcísio também autorizou a reforma e instalação de um aparelho de hemodinâmica que aumentará a capacidade da unidade para mais 1,2 mil procedimentos de cateterismo e angioplastia.

Comments


bottom of page