top of page
Buscar

Suspeita de aplicar golpes em idosos é presa preventivamente em Adamantina

Para se aproximar das vítimas, mulher, de 29 anos, utilizava de certas estratégias, como estar sempre bem vestida e arrumada, além de ter uma conversa envolvente.

Suspeita de aplicar golpes financeiros em idosos é presa preventivamente em Adamantina (SP) — Foto: Reprodução/TV Fronteira

Uma mulher, de 29 anos, foi presa preventivamente pela Polícia Civil nesta segunda-feira (26), em Adamantina (SP), suspeita de praticar crimes de estelionato contra idosos.


A investigada teria aplicado golpes contra vítimas de diversas cidades do Oeste Paulista, como Adamantina, Irapuru (SP), Pacaembu (SP), Caiabu (SP) e Flórida Paulista (SP), segundo o delegado Rodrigo Pigozzi Alabarse, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Adamantina.


Para se aproximar dos idosos, de acordo com o delegado, a mulher utilizava de certas estratégias, como estar sempre bem vestida e arrumada, além de ter uma conversa envolvente.

“Dessa aproximação, ela conseguia tirar cópias de documentos e a obtenção de mais dados. Com isso, ela fazia financiamento de veículos, empréstimos e inúmeras fraudes”, informou ao g1.

A suspeita teria acesso a um amplo banco de dados das vítimas por meio do local onde trabalhava.

“Ela trabalhava em uma dessas financeiras que existe na praça, e ela tinha acesso a um banco de dados muito extenso de pessoas idosas. A partir do momento que ela tinha obtenção dos documentos dessa pessoa, ela fazia inúmeras transações”, completou.

Ainda de acordo com Alabarse, não é possível contabilizar o montante do prejuízo causado às vítimas, já que, especialmente em Adamantina, a suspeita teria feito “inúmeras transações, como empréstimos, financiamento de veículos e vários PIX”, não sendo possível tabular os valores.


Depois de ser localizada, a mulher foi detida e encaminhada para a Penitenciária de Tupi Paulista (SP), onde permanece presa à disposição da Justiça.


Recomendações


A Polícia Civil recomenda a todos os idosos e seus familiares que tenham sempre postura de desconfiança em relação à abordagem de pessoas desconhecidas oferecendo crédito.


Havendo qualquer dúvida, deve-se procurar imediatamente uma unidade da Polícia Civil mais próxima para esclarecimentos ou efetuar denúncias.

(Do G1 Presidente Prudente)

コメント


bottom of page