top of page
Buscar

Tem que trocar o óleo da moto a cada 1.000 km ou é desperdício de dinheiro?

Com UOL

Quem anda de motocicletas já deve ter escutado a recomendação para a troca de óleo a cada 1000 km. A informação procede?


A recomendação de troca a cada 1000 km foi difundida na década de 1980, quando, de fato, os óleos duravam menos.


Hoje, assim como as motos, a tecnologia dos óleos evoluiu e o fluído tem maior durabilidade. Agora, a manutenção tem um intervalo maior.


O manual do proprietário que acompanha a moto traz recomendações dos fabricantes sobre o óleo correto e o intervalo entre cada troca. É a partir desta informação que o condutor deve basear-se.


Por que é importante a troca de óleo?

O lubrificante é determinante para o bom funcionamento e conservação do motor.


Para saber qual é a hora certa de trocar o óleo de sua moto, a principal recomendação dos fabricantes é só uma: seguir à risca o manual. Tanto em relação ao óleo a ser utilizado quanto ao intervalo entre as trocas.


"Muitas pessoas trocam o óleo com 1.500 km, mas não há necessidade. É um desperdício de dinheiro e prejudica o meio ambiente. Se utilizar o óleo recomendado e verificar o nível periodicamente, pode seguir as orientações do manual", alerta Alfredo Guedes, engenheiro e supervisor de relações públicas da Honda.


Entretanto, se for preciso trocar o óleo, procure uma oficina, que poderá também substituir o filtro de óleo, além de fazer o descarte correto do lubrificante antigo.


Troca de óleo em cinco dicas:
  1. Nunca use óleo de carros em motocicletas;

  2. O óleo certo para cada modelo de moto é o recomendado pelo fabricante;

  3. Verifique o nível de óleo semanalmente;

  4. Na troca de óleo, verifique a necessidade de substituir os filtros de óleo e ar da motocicleta;

Comments


bottom of page