top of page
Buscar

Vazamento de amônia paralisa desossa e abate no frigorífico Marfrig em Bataguassu

Por Cenário MS

Vazamento de amônia no frigorífico da empresa Marfrig em Bataguassu, na madrugada do último domingo (18), paralisou os setores de abate e desossa por dois dias. Segundo a assessoria de comunicação da empresa, ainda não ha previsão de retorno das atividades.


Na manhã de ontem (19), trabalhadores do frigorífico denunciaram ao Jornal Cenário MS o ocorrido e demostraram preocupação, pois segundo eles não estavam tendo informações sobre o vazamento e quais os riscos. O vazamento teria ocorrido entre a desossa e a graxaria. 


A reportagem entrou em contato com a empresa, que explicou na madrugada do último domingo, foi detectado vazamento de amônia na unidade de Bataguassu.


Segundo a Marfrig, o incidente foi imediatamente contido pela equipe local, seguindo o protocolo da companhia. A empresa informou ainda que não havia produção no momento.


A Marfrig explicou também que após inspeção, foi iniciada manutenção, que está em andamento e é acompanhada pelo Corpo de Bombeiros.


Os colaboradores dos setores de abate e desossa foram dispensados de suas atividades nesta segunda e terça-feira, 19 e 20/2.


O Corpo de Bombeiros de Bataguassu confirmou as informações e informou que esteve no frigorífico na noite de ontem e que medições de gases não constataram presença de produtos químicos no ambiente.


Confira a nota da empresa na íntegra.


São Paulo, 20 de fevereiro de 2024.  


Porta-voz: Marfrig


NOTA À IMPRENSA A Marfrig informa que, na madrugada do último domingo (18), foi detectado vazamento de amônia na unidade de Bataguassu (MS). O incidente foi imediatamente contido pela equipe local, seguindo o protocolo da companhia. Não havia produção no momento. Após inspeção, foi iniciada manutenção, que está em andamento e é acompanhada pelo Corpo de Bombeiros. Dessa forma, os colaboradores dos setores de abate e desossa foram dispensados de suas atividades em 19 e 20/2.

Comentários


bottom of page