top of page
Buscar

WhatsApp clonado: o que fazer se for vítima e como prevenir golpes

Golpes mais conhecidos envolvem roubo da foto de perfil e acesso indevido à conta em outro celular. Recuperação envolve denúncias contra número falso e tentativas de configurar conta novamente no seu celular. - Com G1

O WhatsApp tem recursos que podem ajudar quem teve a conta clonada. Golpistas tentam roubar a foto ou a conta para confundir contatos das vítimas e os levar a fazer transferências bancárias para desconhecidos.


Se você sofreu esse tipo de golpe, pode acionar o WhatsApp para tentar normalizar a situação. Em alguns casos, a recuperação da conta pode levar alguns dias. Por isso, também é importante alertar seus contatos que alguém está se passando por você.

Confira dois tipos bastante conhecidos de golpes de WhatsApp e veja em seguida o que fazer em cada caso.

  • Clonagem de conta (ou "golpe do número novo"): alguém tem acesso à sua foto e aos seus contatos e, então, cria uma conta para se passar por você e pedir dinheiro para seus amigos e familiares;

  • Roubo de conta: alguém entra em contato com você se passando por uma empresa e pede o código enviado por SMS sob alegação de que ele seria usado para confirmar um cadastro, mas, na verdade, a informação é usada para transferir sua conta para outro celular.

WhatsApp clonado: o que fazer?

No caso de WhatsApp clonado, as únicas medidas a serem tomadas são alertar seus contatos sobre o golpe e pedir para eles denunciarem a conta fraudulenta. Dê as seguintes orientações aos seus contatos:

  • Desconfie de mensagens atípicas;

  • Desconfie se alguém com sua foto enviar uma mensagem por um número desconhecido;

  • Se um número com a foto de um conhecido pediu dinheiro pelo aplicativo, tente ligar ou conversar pessoalmente com a pessoa para confirmar o pedido.

Como denunciar conta
  1. Na tela da conversa, clique nos três pontinhos ();

  2. Clique "Mais" e, em seguida em "Denunciar";

  3. Escolha se você quer bloquear o contato e apagar a conversa – esta opção fica ativada por padrão, por isso, considere tirar prints das mensagens antes de confirmar o bloqueio;

  4. Selecione "Denunciar";

  5. Informe por que o número está sendo bloqueado, como "conteúdo indesejado" – se você não optar por bloquear o contato, esta tela não será exibida.

WhatsApp roubado: o que fazer?

Se a sua conta do WhatsApp foi roubada, é preciso voltar a configurá-la em seu celular. O processo pode levar alguns dias e inclui uma orientação importante: não peça para a operadora bloquear sua linha se você ainda receber ligações e mensagens em seu número.

Algumas pessoas imaginam que a medida também impede o acesso de invasores, mas, na verdade, ela dificulta a recuperação da conta. Isso porque o cancelamento da linha na operadora não afeta o funcionamento do WhatsApp.

Como recuperar o acesso à conta do WhatsApp.
  1. Tente configurar a sua conta novamente no seu celular;

  2. Insira o código de seis dígitos enviado para o seu número por SMS;

  3. Se o golpista ativou uma segunda senha no outro celular – o que costuma acontecer –, é preciso aguardar sete dias e repetir o processo.

Segundo o WhatsApp, ainda que você não saiba o segundo código da proteção dupla, a pessoa que estava usando a sua conta será desconectada quando você inserir o código de seis dígitos enviado por SMS depois de sete dias da primeira tentativa.

Como prevenir golpes

Além de denunciar o número desconhecido, há outras medidas para prevenir que suas informações sejam acessadas por terceiros.

Elas podem ser realizadas ao acessar as "Configurações" – no Android, é preciso selecionar antes os três pontinhos () que aparecem no topo da tela inicial – e, em seguida, clicar em "Privacidade" e "Segurança". As duas páginas permitem:

  • Ativar a proteção em duas etapas, o que impede terceiros de roubarem seu perfil apenas com o código enviado por SMS;

  • Habilitar as "Notificações de segurança", que mostram quando uma pessoa configurou a conta dela em um novo celular – se alguém pedir dinheiro logo após este aviso aparecer, pode ser um sinal de golpe;

  • Controlar quem poderá ver sua foto de perfil – criminosos podem usá-la para se passar por você em outra conta no aplicativo; por isso, a recomendação é mostrar a sua foto apenas para seus contatos;

  • Limitar quem vê dados como "visto por último", "online" e status – para ter mais proteção, escolha mostrar esses dados somente para seus contatos em cada um;

  • Definir quem pode te adicionar em grupos – para não cair em grupos de desconhecidos, escolha limitar este recurso para os seus contatos;

  • Silenciar chamadas de números desconhecidos – elas ainda aparecerão na aba Chamadas e nas notificações.

Comments


bottom of page